Polícia

Mais de 160 armas e 40 mil munições são recuperadas em carregamento apreendido no Centro-Oeste de MG; trio foi detido

Durante entrevista coletiva nesta terça (15), a PM informou que o armamento estava no caminhão recuperado durante ação em Carmo da Mata e Cláudio; Irmãos gêmeos e um terceiro envolvido detidos moram em Divinópolis.

Mais de 164 armas e de 40 mil unidades de munição foram apreendidas no caminhão recuperado pela Polícia Militar (PM) em Carmo da Mata e Cláudio. A informação foi repassada durante entrevista coletiva, na manhã desta terça-feira (15), em Oliveira.
Na tarde de segunda-feira (14), um dos veículos usados foi interceptado em Carmo da Mata. Houve troca de tiros, fuga dos envolvidos e resgate de uma vítima. O caminhão roubado foi abandonado junto com o motorista em uma estrada vicinal em Cláudio.
Os irmãos gêmeos, de 26 anos, e um terceiro suspeito de envolvimento no roubo, de 18 anos, foram detidos na BR-381, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Atualmente, eles estavam morando em Divinópolis, mas são naturais de Ribeirão das Neves.

Fotos Aline Fonseca/G1

Crime

O tenente-coronel Rodolfo César Morotti Fernandes, do 8ª Batalhão da PMMG, disse durante a entrevista coletiva que os militares de Carmo da Mata foram informados que um caminhão carregado com armas e munição havia sido roubado e que passaria pelo trevo da cidade, pela BR-494.

Foi montada uma operação de cerco bloqueio e conseguiram interromper a ação. O policial informou ainda que as duas vítimas feitas reféns pelos criminosos (o motorista e um passageiro do caminhão que transportava o armamento) foram resgatados com vida e estão em segurança.

A polícia disse ainda que a carga saiu de Belo Horizonte com destino a cidades do interior de Minas. As armas teriam como destino empresas de segurança.

Prisão

O Tenente-Coronel Rodolfo César, falou também sobre a prisão dos três suspeitos, realizada na madrugada desta terça na região metropolitana de Belo Horizonte.

“Permanecemos nas atividades ininterruptas desde a tarde para fecharmos essa ocorrência e conseguimos com o trabalho de inteligência das nossas equipes da região. Chegamos aos envolvidos, sendo dois de 26 anos, gêmeos, e um de 18 anos”, explicou.

A intenção dos autores era de revender as armas, de acordo com o tenente-coronel.

“Eles disseram que revenderiam as armas nas cidades do Centro-Oeste de Minas. Não deram muitos detalhes, mas, a princípio, acreditamos que eles não tenham ligação com nenhuma quadrilha maior até pela forma como fizeram toda essa ação”, disse.

A polícia informou que os irmãos têm passagens por roubo, lesão corporal e infração de trânsito. O rapaz de 18 anos tem passagens por tentativa de homicídio.

Segundo a PM, os criminosos interceptaram o caminhão na BR-381. Parte da carga foi colocada em uma caminhonete junto com o ajudante do motorista que teve as mãos amarradas com lacres. A caminhonete seguiu pela rodovia e pegou o acesso até a BR-494.

Com o cerco bloqueio montado, a PM se deparou com a caminhonete usada pelos criminosos, uma Fiat Strada, e deu ordem de parada ao motorista que não obedeceu e os ocupantes atiraram no policiais. Os militares revidaram e acertaram o pneu da caminhonete.

Os criminosos abandonaram o carro e fugiram por um matagal. No veículo, estava o ajudante do motorista do caminhão, de 45 anos, que foi amarrado pelos ladrões. Ele foi libertado e prestou depoimento. Na caminhonete foram encontradas mais de 50 armas e munição.

Com as informações repassadas pelo serviço de inteligência e pelo ajudante do motorista, a PM de Cláudio localizou o caminhão roubado em uma estrada vicinal em Cláudio. O motorista estava no veículo e também foi libertado. O transporte e as armas eram legalizados. Todo armamento seria distribuído na região Centro-Oeste de Minas.

Da redação: Thiago Borges
Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo